CETTE DANSE

(para Renato Vieira)

O que meus olhos veem,
meus pés dançam.
Trago pupilas em meu coração.
O que é mau, não vejo
sei que existe, mas nem
quero saber
e beijo o bem
que me move,
não só com lábios,
mas com todos os sentidos
despertos.
Eu danço para estar junto,
estar perto
de tudo aquilo que amo,
de tudo isto que sou.

Dancemos
não para esquecer, mas celebrar o risco
e lembrar que somos
este corpo, este tempo, este grito
sussurrado entre zilhões de estrelas.
Dancemos para celebrar o pó
e sacudir o pó
e relembrar quão sós
estamos entre zilhões de estrelas.
Dancemos para sermos
pois somos enquanto há dança!

Um comentário em “CETTE DANSE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s