ABRE-ALAS

O que seria a vida sem os atavios?
Eu amo os adornos e seus contornos.
De beleza é que me remendo.

Tal beleza eu recomendo,
de formas me preencho…

E se a barbárie rondar
e desfiar-me em desafios,
ao desalinho não há lugar em meu tecido.

Posso adentrar em sua casa e encanto levar
O meu brilho vai atacar seus olhares
Prometo não roubar a cena.

Meu paetê pode ofuscar seu ego
mas e daí? não nego
A alegria é de contagiar!

É, simplesmente assim!

(criado com Bruno Black, 2020)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s